Atenção irrigantes com licenciamento e outorgas irregulares

Noticias iCrop      quinta-feira, 23 de maio de 2019

Compartilhe esta página com seus amigos

De acordo com o comunicado enviado pelas concessionárias de energia elétrica, os produtores rurais com licenciamento ambiental e outorga irregulares podem perder o desconto de irrigação no período noturno.

 

Os produtores estão recebendo a notícia através de uma carta enviada pelas concessionárias de energia elétrica, a pedido da ANEEL. A exigência de licenciamento ambiental e outorga para continuar com os descontos é uma decisão que acata a Resolução Normativa ANEEL nº 414, de 9 de setembro de 2010, alterada pela Resolução Normativa nº 800 de 19 de dezembro de 2017, que determina a obrigatoriedade da revisão ou atualização cadastral a cada três anos, para todos os consumidores que recebam algum benefício tarifário.

 

De acordo com a resolução, os produtores rurais que não comprovarem os critérios para a manutenção da classificação atual, sofrerão a revisão cadastral, implicando no cancelamento do benefício tarifário e reclassificação da sua unidade consumidora. A data limite para apresentação da documentação na concessionária é de até seis meses após o recebimento do aviso.

 

Ciente da demora burocrática para concessão e renovação do licenciamento e da outorga exigidos para a atualização do cadastro, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA, defende a revisão de norma,cobrando da ANEEL uma alternativa para solucionar essa questão. De acordo com a CNA com esses processos burocráticos, a regularização dos documentos levam em média dois no caso do licenciamento  e quatro anos na outorga, o que pode resultar no cancelamento dos descontos para a irrigação no horário das 21h30 às 6h, trazendo impactos econômicos negativos para os produtores rurais.

 

Aumento bandeira tarifária

 

Além das mudanças para os produtores que recebem desconto de irrigação no período noturno, outra situação vem tirando o sono dos irrigantes. Nesta terça-feira (21) a ANEEL aprovou o reajuste nos valores da bandeira tarifária amarela e vermelha. Confira os valores vigentes com o reajuste.

 

  • Bandeira amarela - de   R$ 1 para R$ 1,50 (para cada 100 quilowatts-hora (kWh) – uma alta de 50%.)

  • Bandeira vermelha 1 - de  R$ 3 para R$ 4,00 (a cada 100 kWh, alta de 33,3%)

  • Bandeira vermelha 2: de R$5 para R$ 6,00 (por 100 kWh consumidos, alta de 20%.)

 

De acordo com a ANEEL, o reajuste servirá para adequar o valor do custo extra a ser cobrado dos consumidores em períodos em que a produção de energia ficar mais cara.

 

Além das constantes mudanças  nas tarifas da energia, existem diversas outras situações que podem encarecer os custos do sistema de irrigação. Um dos serviços realizados pela consultoria iCrop visa reduzir gastos com energia elétrica. O consultor faz uma análise minuciosa dos equipamentos de irrigação para avaliar a eficiência do consumo de energia; cria relatórios para analisar os custos com irrigação em diferentes horários; auxilia no processo de identificação e eliminação de multas tarifárias ou cobranças indevidas, além de monitorar a contratação de energia junto às concessionárias. Através dessas e outras medidas é possível ter dados gerenciais para fazer os ajustes necessários que podem reduzir o custo do kWh em até 30% ou mais.


Cadastre-se e fique por dentro das novidades.